A Casa da Música Boa - Clique e Ouça!

domingo, 30 de novembro de 2008

Tudo pro final

Já não cabem mais avaliações sobre pontos perdidos aqui ou ali, resultados que poderiam ter sido diferentes, apenas dizer que o Brasileirão vai ter uma das rodadas mais eletrizantes de sua história no próximo domingo. A partir das 5 da tarde tudo pode acontecer. O São Paulo só depende dele pra ficar com a taça. O Grêmio precisa vencer e torcer pelo Goiás. Um empate já serve ao tricolor gaúcho. Vai ser de tirar o chapéu. Emoção não vai faltar do início ao fim. Com todos os jogos no mesmo horário então... O torcedor do Grêmio, que já estava se contentando com a vaga na Libertadores, ressurge da cinza e já pode comemorar o vice-campeonato. Dizem que vice não vale muito (pelo menos não no Brasil), mas numa circunstância destas, com um campeonato tão equilibrado, merece festa sim, ainda que a comemoração possa ter um tom de decepção, pela campanha feita no primeiro turno e pela alimentação do sonho de título. A semana vai ser quente. Muitas discussões, muita provocação, principalmente se o Inter confirmar o título da Sul-Americanca. Clima bom pro futebol gaúcho. Já pensaram a dupla comemorando dois títulos desse quilate na mesma semana? A imprensa do centro do país iria pedir férias coletivas. Quem sabe, mas até lá - até domingo - ficaremos todos na expectativa. Boa semana a todos.

sábado, 29 de novembro de 2008

Falta jeito

Sem nenhum tipo de modéstia, salvo dias em que não estou a fim de levar desaforo pra casa, sou sempre educado e atencioso (ou pelo menos tento ser) com todas as pessoas com quem converso ou simplesmente faço contato. Talvez por isso, quando não sinta isso nas pessoas, fique tão chateado e a fim de lançar uns desaforos. Falo isso porque hoje à tarde eu e a Dona Patroa fomos conhecer o novo e recém inagurado mercado de Bento. Bonito, amplo, moderno, sortido (sortido é ótimo!) e cheio de boas ofertas, o mercado tem uma semelhança com a maioria de outros estabelecimentos de Bento - e de outras cidades também -. O despreparo de algumas pessoas, a falta de trato para lidar com o público estão presentes lá também. Pessoas impacientes, algumas nitidamente de mal com a vida até... Acreditam que a menina do caixa dizia na minha frente e dos demais clientes na fila que havia feito compras no mercado concorrente pela manhã, enquanto sua companheira se queixava das horas extras já no terceiro dia de trabalho? O que eu tenho a ver com isso? Cito esse pequeno exemplo entre tantos outros que percebi ao longe de uns 40 minutos no mercado (15 deles na fila). Rotina, diriam uns... Falta de tato, digo eu. Se não sabe lidar com o público, fica em casa vendo a novela. Não sei vocês, amigos leitores, mas eu sou assim. Se não for bem atendido ou mal-tratado em algum lugar, não volto lá, de jeito nenhum. Tem uma sorveteria de um shopping aí que não vai receber minha visita tão cedo pelo simples fato de não atender bem e não respeitar o cliente. Não que eles estejam perdendo muito e nem eu estou me achando o consumidor mais doce do mundo, mas respeito é o mínimo que devo exigir enquanto consumidor. Bom, no mercado ainda volto! Não sou tão radical assim. Entendo que o começo é complicado e respeito as dificuldades vividas por todos. A repetição sim, essa me manda pra bem longe. Pra finalizar, "quatrocentas gramas" dói. Locutor que anuncia cerveja "budiveiser" (assim mesmo, não bãduaiser, como seria correto) precisa no mínimo de umas aulinhas de inglês. Também dá pra melhorar nesse sentido, sem muito esforço. Bom domingo a todos e até daqui a pouco. Volto prqa falar de futebol, lógico.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Só mais um passo bem pequeno

A vitória colorada ontem à noite foi um passo e tanto para a conquista da Sul-Americana. Arrisco dizer que a taça, quando chegar a Porto Alegre, já pode ser deixada em definitivo no Beira-Rio. Levar gol daquele time do Estudiantes, só se o Tite colocar a própria defesa pra chutar contra o gol do Lauro. Claro que o futebol, como dizia o velho filósofo, é uma caixinha de surpresas. O time argentino que jogou pouco ou quase nada em La Plata, pode surpreender sim, até porque joga sem responsabilidade, mesmo tendo que reverter a vantagem vermelha. Pena, para os colorados, é que a conquista não vai valer o que se anunciou uma ou duas semanas atrás - a vaga na Libertadores -. Beira-Rio lotado, festa, prenúncio de um final de ano feliz para o Inter, enquanto o Grêmio, que esteve tão próximo de conquistar o Brasileirão, vai ter que brigar pra se garantir entre os 4 melhores e jogar a Libertadores em 2009. E a corneta comendo solta... A menos que o tricolor supere o outro tricolor, que também está com a mão no caneco.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Boas vindas

Passo por aqui (vejam a hora aí embaixo) pra registrar a chegada a este mundo - dos blogs, claro - do mais novo blogueiro de Bento Gonçalves. Trata-se do meu cumpadi Jota Junior. Colega de Viva News e agora de SP3, mas acima de tudo um grande amigo que tive que aprender a lidar (certo, ele também teve aprender a lidar comigo). Parceiro de grandes idéias, e de outras sem pé e sem cabeça, o Jota (ou José Antonio Jacintho Teles Junior) até nem demorou tanto pra colocar o blog em funcionamento. Confesso que quando falamos sobre o assunto eu fiz uma previsão de 12 ou 13 anos... Bom, que beleza que demorou menos tempo que minha previsão altamente positivista. Brincadeiras à parte, torço pelo sucesso do novo empreendimento do cara (vai ter que suar pra me superar né cumpadi, mas não desiste, certo!?) e indico uma visita diária ao www.meupequenograndeblog.blogspot.com. Claro que se não quiserem digitar tudo isso, simplesmente utilizem o ACESSA AÍ que fica lá no rodapé deste blog. Aliás, só o fato de constar nessa lista já é um sinal de que ele tem qualidade. Não colocaria os amigos em roubada. Pode ir com fé. Sorte Jotinha!!!

domingo, 23 de novembro de 2008

O sonho acabou?

Se levarmos em consideração os resultados da rodada de hoje do Brasileirão até dá pra dizer que o Grêmio pode comemorar. Peraí, não tô maluco não! A derrota do Flamengo praticamente garante o tricolor na Libertadores do ano que vem. É um consolo para quem até o início da segunda etapa no Barradão só dependeria de si para conquistar o título nacional. Aí que se concentra o problema: depender de si. O Grêmio está deixando o título brasileiro escapar por pura incompetência, por depender apenas dele e não ter competência para administrar 11, 12 pontos de vantagem para o São Paulo. No início do returno era assim. O fim do primeiro turno mostrava um campeonato à feição do Grêmio, daquele Grêmio do primeiro turno. O problema é que o gás tricolor acabou ali e, mesmo ajudado por inúmeros resultados paralelos o tricolor não deslanchou, não conseguiu se manter na ponta. Os mesmos resultados paralelos ainda o mantinham vivo, firme e forte na luta pelo título. Hoje, porém, o Grêmio passa a respirar por aparelhos, sujeito à uma eutanásia no próximo fim de semana. Pior de tudo, para frustração do torcedor gremista, é que ele próprio está desligando os aparelhos. É por sua única e exclusiva culpa que o time da Azenha vai ter que se contentar, no máximo, com o vice-campeonato. O consolo? Voltar à Libertadores no centenário do rival que, supostamente vai ficar de fora. Pra quem entrou no campeonato pra não ser rebaixado, lucro imenso. O sonho ainda não acabou, mas está a um estaalar de dedos do fim.

Mano a mano

Nada de dupla sertaneja, o assunto aqui hoje é futebol e, claro, a reta final do Brasielirão mais empolgante da era "pontos corridos". Os resultados de hoje podem, definitivamente, apontar uma briga "mano a mano" pelo troféu mais cobiçado do futebol tupiniquim. Fácil. Empate entre Flamengo e Cruzeiro elimina os dois da briga. Vitória do São Paulo mata também o Palmeiras, já que o time do Muricy iria a 71 pontos e não poderia mais ser alcançado por nenhum dos três. O único que ainda pode ameaçar, e pra isso precisa vencer no Barradão logo mais, é o Grêmio. Um derrota do time gaúcho seria como entregarno troféu ao tricolor do Morumbi. Com 5 pontos de vantagem e só 6 a serem disputados, a situação, se não garante o título, pelo menos tornaria tudo muito cômodo. Um empate e tudo se resolveria. Se o São Paulo perder, aí sim o bicho pega. Com uma vitória do Grêmio a coisa esquenta. Se o Flamengo também vencer, aí então, nem se fala. Com 6 pontos em disputa a diferença do 1º para o 3º colocado seria de apenas 3 pontos, ou seja, com uma boa combinação de resultados poderíamos chegar à última rodada com três clubes empatados com 69. Por essas e outras que hoje à tarde não tem como ficar alheio. Como diria aquele velho filósofo (adaptando à situação, claro) só não acompanhada o Brasileirão quem já morreu.

sábado, 22 de novembro de 2008

Encerrando a série...

Nessa semana corrida aproveitei para trocar uma idéia sobre música com os visitantes. Se não extamente trocar uma idéia, deixar aqui minha opinião sobre as coisas que ando ouvindo. Não estou "mais mole", como algumas pessoas até sugeriram. Continuo sendo o mesmo roqueiro de sempre, mas também continuo o mesmo eclético de sempre. Pra fechar a série de belas cantoras norte-americanas com talento, deixo aí um clipe da Rihanna, que na verdade nasceu em Barbados e não nos Estados Unidos, mas que também faz parte da potente indústria produtora de sucessos. Amanhã falamos de futebol, certo?

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Com diria Lulu...

Pra abrir este post vou usar duas frases bem conhecidas. Uma delas e um ditado popular: em time que tá ganhando, não se mexe. Muito bem, isso explica o vídeo que posto logo a seguir. Uma das vozes que não citei no post de ontem, mas que faz parte do time de novos talentos é a Jordin Sparks. Então, parafraseando Lulu Santos, aí vai "apenas mais uma de amor". Ah, tem outra música da moça que vale uma passada pelo you tube, chama "tattoo. Valeu!!! Bom fim de semana a todos.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Sejam bem vindos!!!

Antes de mais nada, gostaria de agradecer aos novos visitantes e dizer que, se gostaram do que viram, obviamente, estão convidados a voltar sempre. Ah, quando quiserem deixar comentários aí embaixo, à vontade! Hoje resolvi falar sobre um assunto que não tenho explorado muito nos útlimos tempos, a música. O período tem sido de aprendizado, de recuperar coisas que não ouvia há tempos e de, de forma mais crítica, ouvir as novas tendências. Sempre fui muito eclético e pronto a ouvir tudo. Tudo que tenha qualidade, claro. Sendo bem pop, como se diz, tenho observado o surgimento de novas vozes femininas, principalmente vindo de fora (sem menosprezo às cantoras brasileiras, mas a renovação por aqui anda meio acanhada). Colbie Caillat, Rihanna, Beyoncé, até mesmo a Fergie, que parecia mais um produto da esperta indústria fonográfica norte-americana, vem demonstrando qualidade. Quem me conhece como roqueiro vai achar que estou surtando, mas, como uam de minhas tarefas hoje é "abrir os ouvidos" pra tudo, acho interessante dividir isso com os visitantes deste espaço. Esse clipe já postei por aqui uma vez, mas, como tudo que é bom merece pelo menos uma reprise (fui profético agora), lá vai de novo. Até porque, essa Colbie Caillat (se pronuncia Cailê) é um pedaço de mau caminho. Pra quem quiser, logo abaixo segue o link para acompanhar a tradução. Uma dica, assista o vídeo, depois ouça acompanhando a letra e, por fim, ouça acompanhando a tradução. Perde-se um tempinho, mas tá na hora de dar uma diminuída no ritmo, não acham!? Boa degustação!!!



A letra:
http://letras.terra.com.br/colbie-caillat/907183/

A tradução:
http://letras.terra.com.br/colbie-caillat/951292/

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Navegando...

Hoje tava meio preguiçoso pra postar, sou obrigado a confessar. Tava quase trocando a postagem por uma boa navegada no orkut, mas acabei passando por aqui pra deixar meu recado. Tô me preparando pra acordar cedo, porque amanhã assumo temporariamente as pick-ups da SP3 das 6 às 9 da manhã, enquanto o cumpadi Jota tira suas merecidas férias, mas aquela navegada básica sempre rola. Hoje por exemplo, tava dando uma visitas numas comunidades (claro que não vou dizer de quem né!?) e, de novo, fiquei impressionado com o que se pode encontrar. Tem comunidade pra tudo. Interessante é que através das comunidades você pode saber algo mais sobre uma pessoa. Alguém que você conhece muito pouco ou quase nada pode se tornar muito familiar em poucas navegadas. Não é à toa que muitos chefes estão contratanto funcionários após dar uma olhada em suas comunidades. Isso me fez, inclusive, repensar algumas das minhas escolhas. Não pretendo fazer isso hoje, claro, porque tô muito cansado, mas aos poucos vou dar uma repassada. Algumas "comus", como são conhecidas, têm muito a ver com certo momento da vida e pode se tornar defasadas de ontem pra hoje. Vejam bem, não estou dizendo que me arrependi de ter entrado nessa ou naquela comunidade, mas depois de uma revisão profunda (ou nem tão profunda assim) pode ser que algumas delas desapareçam, assim como, passada essa fase de maior correria, pretendo dedicar um tempo às novas "comus". Aliás, se alguém tiver alguma pra me sugerir, estou aberto a sugestões e prometo estudar bem as propostas... hehehe

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Há quem ache que tem que ser diferente

Ainda hoje há quem defenda mudanças no Brasileirão. Mesmo com um campeonato indefinido há três rodadas do fim, existe muita gente que defenda o fim da disputa por pontos corridos. Em duas, três semanas no máximo, vamos saber quem será o novo campeão brasileiro. E, ao que tudo indica, a definição só chegará na rodada final. Os dois pontos que hoje separam o líder São Paulo e o vice Grêmio podem não existir no final da próxima rodada, assim como a diferença pode aumentar. O Flamengo, que já foi excluído das chances de título por conta de maus resultados, está de volta à briga (com menos chances que os dois primeiros, mas ainda com chances). Para Cruzeiro e Palmeiras... Bom, para esses a coisa está bem mais complicada. Só uma combinação improvável os dará a chance de continuar sonhando. A Libertadores já seria lucro a esta altura do campeonato. Na ponta de baixo também, a disputa para permanecer na elite está acirrada. Acho que a vida do Vasco está competitiva, como diria aquele narrador. As vagas na Sul-Americana do ano que vem também estão "peleadas" até o último suspiro. Com todas essas perspectivas para a reta final do Brasileirão, você que defende o fim dos pontos corridos e a volta do mata-mata nas fases decisivas, mantém sua opinião. Se mantém, muito bem, você tem suas convicções e as defende até debaixo d'água, mas que a disputa por pontos corridos é mais atraente, ah isso é!!!

domingo, 16 de novembro de 2008

Não foi desta vez

Pois é, ainda não foi desta vez que o futsal de Santiago entrou para o G4 gaúcho. A derrota em dose dupla sofrida ontem à noite em Canoas apenas confirmou a força do que o grande investimento é capaz. Com um time mais experiente e mais bem preparado, recém vindo de uma fase final de Liga Nacional, a Ulbra se impôs e ficou com a vaga. O natural aconteceu: os quatro clubes classificados às semifinais são grandes do futsal gaúcho e disputam a Liga sempre com possibilidade de título. Infelizmente o nosso Santiago Futsal pecou em momentos fundamentais do jogo e cometeu erros individuais (alguns até inocentes). Em alguns momentos também, jogou como gente grande e esteve mais perto da vaga que o time de Canoas. A derrota não dói tanto porque o time foi guerreiro e pelo resultado obtido no geral. O time de Santiago só ficou atrás dos 5 que disputam a Liga Nacional, ou seja, dentre os considerados "pequenos" é o melhor do estado. Competir de igual pra igual com "gigantes" sem os altos investimentos da concorrência já faz do Santiago Futsal um potencial "grande" para as temporadas seguintes. Quem sabe a excelente campanha deste ano não serve para puxar pra Santiago um grande patrocinador. Um investidor que permita a contratação de um ou dois atletas de ponta. Isso, aliado à manutenção de alguns jovens jogadores e (tarefa complicada) do técnico Sandro Colvero pode significar a possibilidade até de brigar pelo título para breve. Tá! Como diria John Lennon, você pode me chamar de sonhador, mas não sou o único. Independente do que vem por aí, me sinto orgulhoso e encho a boca pra dizer que sou torcedor do Santiago Futsal. Valeu pessoal!!! Ano que vem tem mais.

sábado, 15 de novembro de 2008

Dia pra ficar na história

O dia de hoje tem tudo pra ficar na história. Logo mais, as 20h30min, o Santiago Futsal entra em quadra diante da toda poderosa Ulbra, em Canoas, para disputar uma vaga entre os quatro melhores clubes de futsal do estado. E esta conquista está longe de parecer impossível. Com a vitória por 5x2 no sábado passado, o time comandado pelo competente Sandro Colvero joga por um empate para ficar com a vaga. Não que isso seja tarefa fácil, mas uma vantagem assim diante de uma equipe que figura no G4 nacional não pode ser ignorada. Há poucos instantes conversei com o Sandro pelo telefone, desejando boa sorte e confirmando que estarei grudado na frente da tv, torcendo como nunca (ou como sempre, seria mais correto). Me disse ele que é preciso ter paciência e manter o equilíbrio. É isso aí, professor! Parece que a hora do futsal de Santiago finalmente chegou. Todo o esforço feito ao longo dos últimos anos, criticado por gente invejosa e sem competência pra fazer melhor, pode ser recompensado hoje. Mesmo que hoje seja apenas mais uma etapa a ser vencida (na fase seguinte pode vir a ACBF), a conquista merece comemoração. E mesmo que ela não venha, mesmo que o poderio financeiro da hoje falida Ulbra seja suficiente para reverter a vantagem conquistada lá no Boqueirão, o time será vitorioso e lembrado pela bravura, pela raça que sempre demonstrou e que serão demonstradas hoje, em cada segundo desta batalha. Definitivamente Santiago está no top do futsal gaúcho. Força!!!

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Aconteceu de novo

Que o preconceito racial está presente nos quatro cantos do mundo, em alguns lugares mais em outros menos intensos, isso é de domínio público. O que não se pode tolerar é que autoridades sejam coniventes com tais atos. O Alfredo Jaconi, estádio do Juventude, vem se tornando palco de atos explícitos de discriminação. No jogo diante do Corinthians aconteceu de novo. A vítima foi o goleiro Felipe. Em outros tempos foi o Tinga, teve o Jeovânio... É triste ter que falar, ver ou ouvir coisas do gênero. Dá até nojo saber que faço parte de uma raça tão preconceituosa. Gente preconceituosa deveria ser tratada com rigor. Deveria pagar multa, passar uns tempos na cadeia, ficar uns tampos num lugar deserto, sem contato com pessoas só pra aprender a valorizar seu semelhante. Mas o pior de tudo é saber que mesmo com as punições, essa realidade não vai mudar. Amanhã ou depois isso vai acontecer de novo, porque o preconceito está no sangue. Em algumas regiões do Brasil então, acho até que 9 em cada 10 pessoas tem essa "raiva" dentro de si, prontinha pra explodir, pra saltar pra fora. Uma pena! A vida seria bem melhor se isso não acontece. Viveríamos em harmonia, seríamos mais felizes, com toda certeza. Mas, paciência, tem gente que prefere carregar esse tipo de sentimento maldito em si. Gente assim não é feliz, pelo contrário, deve ser tão amarga que nem ela se suporta. Tudo bem, um dia, quem sabe, ao sentir na pele algo semelhante ela vai aprender que alimentar esse tipo de sentimento não leva à nada, ou melhor, leva sim... que lugar é esse? Um dia você que sofre desse mal vai descobrir.

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Só felicidade!!!

Como o sábado foi corrido, só ontem, no fim da tarde, fui colocar em dias as notícias, e-mails, orkut e afins. Para minha surpresa, no mural do blog constava um recado do Celso Barp, guerreiro do futsal de Santiago. O recado dava conta de que desta vez a Ulbra havia sido vítima de nosso "teimoso" futsal. Confesso que não sabia o resultado do jogo, mas Meio a Zero já bastava pra comemorar. Não é que os caras enfiaram 5x2 na poderosa Ulbra!? Vocês entenderam? Cinco gols numa das mais equipes de futsal do país. Vitória da garra e da perseverança de um pequeno contra que rema contra a maré e insiste (graças a Deus) em manter acesa a chama do futsal profissional. Imagina o que isso significa para os jovens valores que atuam no juvenil, comandados por outro guerreiro, o Edinho. É o Professor Sandro Colvero escrevendo mais uma página e a do futsal santiaguense na história do futsal gaúcho. O resultado de Canoas no próximo sábado é outra página. Uma classificação conquistada na casa do adversário seria sonhar demais? Independente disso, a hora é de comemorar. Só este ano caíram em Santiago a Ulbra e a ACBF. Brinca com o futsal de Santiago.

sábado, 8 de novembro de 2008

Loucura, loucura, loucura...

Não sei se vou ter tempo de postar algo amanhã, então aproveito uma pequena pausa na correria alucinante deste sábado pra dizer que a noite promete. Hoje, sábado, tem a super festa Aurora Boreal. Aqui na SP3 a gente tá literalmente "ligando" a galera, como diz nosso slogan (energia que te liga). Eu aqui do estúdio e o cumpadi Jota Junior de todos os lugares possíveis estamos dando uma mãozinha pra galera despertar, ainda que na última hora, pro grande evento de hoje à noite. Mais tarde vem o resto da galera (Ozzy, Lobão, Amanda...) e o bicho pega até as 3 da manhã. Acredito que uma possível ausência no domingo será compreendida pelos amigos (hehehe). Bom final de semana a todos e aproveitem pra descansar, afinal de contas, uma hora ou outra você sentir falta de um bom descanso... O importante é que a recompesa virá, vai vir ou já está vindo... vai saber... Flw!

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Pra rir um pouco...

De tanto a Ieda me falar da "tal música" do JESUS NEGÃO, resolvi dar uma procurada na internet e localizei. Já tem até videoclipe disponível, os caras estão se apresentando na tv... Mesmo assim resolvi optar pela versão "convencional", que transformou esta verdadeira obra de arte em hit da internet. Mais um né?

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

As voltas do mundo

Pouco antes desta postagem bati um papo rápido com um amigo, parceiro de algumas batalhas no esporte de Santiago. Fiquei muito feliz em saber que o Luciano, dirigente dedicado do União Futebol Clube, é hoje o "cabeça" do esporte por lá. Assumiu para dar seqüência ao bom trabalho do também dedicado Takão e imprimir seu ritmo e estilo de trabalho, muitas vezes mal entendido. Eu e ele muitas vezes não nos entendemos, mas nada que uma boa conversa não resolvesse. Sinto por não estar por perto para ver as coisas acontecendo e confirmar aquilo que eu sempre dizia: que o esporte só cresce quando há parceria. Vejo que muitas evoluções chegaram. Quem um dia imaginaria Luciano e João Aguirre, por exemplo, numa mesma diretoria, trocando idéias. Dois batalhadores que sempre estiverem em lados opostos por conta de muito falatório e rivalidades idiotas plantadas por gente que não quer ver Santiago ter um esporte forte. Fico feliz pelo Luciano, pelo esporte e, claro, por mim também, afinal eu vi esta nova realidade ser desenhada e por determinado tempo e de determinado também fiz parte dela. Sorte ao novo Presidente e seus companheiros (Gecão, Miguel, Luis Fernando...). Tô longe, mas na torcida pelo sucesso de vocês. Sorte também ao União que vai à cata de mais um título da Copa A Razão.

A foto aí não sei quem tirou, mas mostra o ex-Presidente Lutz entregando o caneco de Campeão Municipal tão sonhado pelo alvinegro ao Cabecinha. Na foto também aparecem eu e a Ieda trabalhando. Eu na reportagem de campo pela Super e ela pelo nosso grande Matéria-Prima. "Tempo bom... não volta mais... saudade, de outros tempos iguais..."

sábado, 1 de novembro de 2008

Pravisão (que não é do tempo)

Depois de um pequeno período de ausência, passo por aqui só pra relembrar meu palpite sobre o GP Brasil de Fórmula1: Lewis Hamilton fica no "S do Senna" e Felipe Massa fica com o caneco. Se chover então, nem se fala. Vai dar hein!? Se não der, não tem problema. Felipe campeão do mundo é só uma questão de tempo. Se não for agora (vai ser!), fica pro ano que vem. Ah, por falar em previsão, mais um fim de semana em que as previsões se confirmam. Chuva e chuva!!!!