A Casa da Música Boa - Clique e Ouça!

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

De quem é a culpa?

Há no futebol uma espécie de regra, quase um mito, de que quando um time ganha os jogadores levam todo o mérito pra casa. Se superaram e entenderam exatamente o que o treinador pediu a eles. Dependendo de como tudo acontece, geralmente um jogador sai de campo praticamente carregado por imprensa e jogadores. Quando a derrota vem, normalmente o nome mais lembrado é o do treinador. Ou porque mexeu errado ou porque escalou mal, algo assim. Até que ponto essas teses estã corretas? Até que ponto vai o mérito e o demérito de cada um? Bom, há nessa história toda uma complexidade que gastaria algumas laudas, talvez sem chegar a lugar nenhum ou, na melhor das hipóteses, várias teorias surgiriam, todos com algum fundamento. Mas onde quero chegar com isso?

Quero dizer a vocês o que penso especificamente sobre uma partida, sobre um time e um momento específicos. A primeira vitória do Grêmio - que de tanto demorar já esgotou a paciência de todos - estava muito próximo. O Tricolor jogava fora, diante de um adversário que geralmente não vence em casa, virou o jogo na metade do segundo tempo e, quando todos pensavam que a vitória "histórica" viria, eis que surge o "dedo podre" de Paulo Autuori. Bom treinador, excelente estrategista e estudioso do futebol. Cheio de convicções e, acima de tudo, convicto de que estam têm razão de ser, ele resolveu tirar seu principal homem de ataque, autor de dois gols, aquele que mais riscos oferecia à defesa adversária, para colocar um volante. Mas não se trata da típica "retranca amiga" que se arma para segurar um resultado, não. E sabem por que? Porque Makelelê é um dos mais retumbantes fracassos da história recente do Grêmio. Eu usaria uma das mãos para contar quantos jogadores foram tão minúsculos na trajetória deste clube duas vezes Campeão da América e uma vez do Mundo. Veio por indicação de Celso Roth e devia ter ido com ele, assim como outras malas que espertamente a direção se desfez. A entrada de Makelelê em campo era o anúncio de que "o fim estava perto". Neste caso "o fim" seria deixar escapar por entre os dedos uma vitória tão aguardada, tão badalada... Tudo bem que o gol saiu numa bola chutada de bola que desviou e matou o goleiro, mas a resolução de abdicar do ataque, de ter qualidade na frente e de levar perigo contra o gol adversário foi de Autuori. Dizer que os jogadores deveriam ter "valorizado mais a posse de bola" é o principal atestado dado por Autuori do equívoco que cometeu. Assumir que "andou pra trás", que fez a escolha errada no momento errado o faria um pouco mais humilde e talvez isso pudesse trazer de volta as vitórias que o Grêmio esqueceu como se conquista longe do Olímpico.

Eis aí um fato que comprova a tese de que quando o time perde, o culpado é o técnico. Na prática, Autuoria mostrou que a teoria - pelo menos dessa vez - tem sua razão de ser.

domingo, 30 de agosto de 2009

Breves registros de um domingo puxado

Buenas! Estou chegando perto da metade da minha jornada deste domingo, bastante incomum. Comecei cedo hoje. As 6 da matina já estava dando bom dia aos ouvintes da Rádio Bento. A esta altura do campeonato estou de operador de áudio do Comunidades em Festa, tarefa que executo até o meio-dia. Saindo daqui vou pra casa saborear aquele macarrão acompanhando de uma bela taça de vinho pra depois encarar uma jornada esportiva pela Copa Nostra Itália. Basicamente, e resumidamente falando, só chego por casa pra valer lá pelas 7 da noite. Mas, ao contrário do que muitos podem estar pensando, não estou reclamando, apenas narrando o que foi-vai-ser-está-sendo meu dia neste belo domingo de sol. Acompanhei como pude o GP da Bélgica e comprovei novamente o quanto o Rubinho é azarado. Na única prova do ano em que o Button não pontuou ele teve problemas na largada e quase não termina a prova com problemas de motor. Terminou em 7º e diminuiu em mais dois pontos a diferença para o companheiro inglês. Ainda dá! Uma pitadinha a menos de azar e dá pra brigar pelo título sim.

Mais tarde tem a Dupla em campo com tarefas diferentes. O Inter, todo despedaçado, enfrenta um surpreendente Goiás que vem com Iarley, Fernandão e Cia. Uma vitória deixa o Inter muito bem na tabela, melhor até do que já está hoje. Com todo respeito ao tão falado "grupo Colorado", um empate nas atuais circunstâncias um empate é ótimo resultado, até porque tem o Atlético Mineiro no meio de semana pra descontar o jogo atrasado e dar números reais ao Brasileirão.

A tarefa tricolor nem seria tão complicada se a campanha fora de casa fosse mais decente. Fora de casa o Grêmio não tem sido sobra daquele time que vence todos no Olímpico. Contra um adversário que não joga bem em casa, as chances tricolores de "desencantar" aumentam muito, o que tmabém não é garantia de nada. O Grêmio preciso ser grande também longe de seus domínios ou vai ficar olhando de o G4 de longe até o fim do campeonato.

Bom, depois destes não tão breves registros, tô indo, na regressiva pra ganhar o caminho de casa... Ótimo domingo de sol a todos e aproveitem... aproveitem porque a chuva vem aí, trazendo com ela o frio.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

A sua preferência

Depois que inventaram o lance dos seguidores ficou mais fácil de saber quem passa por aqui. Os comentários deixados e os contatos que faço por aí também me permitem "rastrear" as visitas que recebo todo dia por aqui (e não é pouc coisa, nos últimos 12 meses nunca menos de 1000). Acontece que sempre tem gente nova passando por aqui, pessoas que nem conheço na maioria das vezes e isso de vez em quando me deixa curioso. Esses novos visitantes encontram o que querem? E os mais antigos, que passam por aqui todo dia há muito tempo, estão satisfeitos? Deveria postar mais coisas? Qual o assunto favorito dos "seguidores". Pois então, é isso que estou querendo saber. Pretendo propor uma enquete, que vai pro ar ainda neste final de semana, pra saber o que interessa mais aos que por aqui passam. A ideia é falar de música, esporte, curiosidades, trazer coisas que considero interessantes, coisas do meu dia-a-dia até, mas e aí, você curte isso tudo ou só volta por aqui pra ver se vou falar bobagem... Brincadeiras à parte, estou esperando a manifestação de todos, mas de todos mesmo. Diz aí, porque mesmo você passa por aqui e o que gostaria de ler no Blog. Se ficar com vergonha, manda um e-mail (juliosantosmartins@gmail.com). Tô na expectativa. Bom findi a todos!!!

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Ô saudosismo bom!

Sabe aqueles dias em que você sente uma vontade maluca de relembrar alguma coisa, seja o que for. Pois ontem, enquanto seguia para Caxias do Sul, ainda pela manhã, ouvi na Atlântida a versão de "Ordinary World", do Duran Duran, interpretada pela Fernanda Takai, que até valeu o post anterior. À tarde, refeito da curta, mas cansativa "esticada" de bus, resolvi baixar "Luz Negra", o dvd que sucede "Onde Brilhem os Olhos Seus" (onde Fernanda canta Nara Leão). Nele, além dos sucessos da primeira empreitada solo de da "Fernandinha Fu", é possível encontrar a versão que tanto falo "There Must Be An Angel (Playing With My Heart)" e "Ben", todas com a doçura inconfundível das interpretações da "Mãe da Nina". A primeira coisa que fiz hoje foi colocar o cd todo pra tocar - de novo - no "noute", mas ontem mesmo já saí à cata dele, lógico, sem sucesso como foi quando comprei o primeiro solo dela. Em breve ele estará na minha prateleira, podem ter certeza.

Mas essa introdução toda e o saudosismo citado no título do post surgiram quando cheguei na vitrine de uma loja de discos e o que vi por lá? Discos!!! Pois é, os velhos vinis de guerra. Eles - como diriam o Lobão - querem voltar. Justamente eles que já dominaram o mundo, que são até hoje o xodó de meio mundo. Me deu uma vontade FDP! de ouvir um "disquinho básico" só pra ouvir aquele "chiadinho" que os cds, dvd's e mp3 se vangloriam de não possuir. Infelizmente meus vinis não vieram na mudança pra Bento, mas, já prometi há tempos: na próxima ida a Santiago eles vêm comigo, pelo menos os mais "chegados".

Aliás, pra você que não chegou a conhecer ou sequer "tocou" num vinil, um pouco da história do "bolachão" dá pra conferir no Blog do Lain.

Ah, já que hoje estou cheio "das indicações", o Blog da Ieda tem uma matéria show sobre a Dona de Casa bento-gonçalvense que pode ser eleita a "mais bela do Brasil". Recomendo ainda uma passada no Blog do Jota, que parece ter solucionado o malfadado caso do "sumiço do Belchior. Ótimo dia e excelente leitura a todos!

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Pra marcar o retorno (sem posts desde domingo) escolhi a aniversariante de ontem, Fernandinha Takai e uma versão muito massa de uma das músicas mais f... do Duran Durann. É uma versão ao vivo, mas vale pelo conteúdo. É Duran Duran no melhor estilo "Fu" de ser. Aos desavisados, Fernanda é vocalista do Pato Fu e já há algum tempo vem "praticando carreira solo" com absoluta competência, como não poderia deixar de ser.

domingo, 23 de agosto de 2009

De "sem vitórias" para "100 vitórias"

Tá certo que o "tema da vitória" já não é o mesmo, mas nossa qualidade na Fórmula1 também já não é a mesma faz tempo. Os tempos mudaram e não temos mais Fittipaldi, Piquet, Senna... de qualquer forma, é bom demais ouvir aquele trecho do Hino Brasileiro entoado para todos os cantos do planeta. Mesmo com Felipe Massa tendo "batido na trave" no ano passado e estando bem na Ferrari, as manhãs de domingo não vinham sendo tão empolgantes quando nas duas décadas anteriores e a tal da centésima vitória parecia tão distante. A mais recente jornada brasileira então, quase foi trágica: a mola do carro de Rubinho quase matou o Massa. Mas como somos brasileiros e não desistimos nunca, continuamos lá, na frente da tv, aturando o Galvão e acreditando que o período "sem vitórias" daria lugar às "100 vitórias" e de um jeito que jamais esqueceríamos...

Pois quis o destino que a vitória número 100 chegasse de quem menos se esperava ou de quem o Brasil pouco acreditava que pudesse vir. Quis ele que fosse de Rubinho Barrichelo o tal feito. O injustiçado Rubinho, o mais massacrado de todos os pilotos brasileiros que já tiveram a honra de pilotar um F1. Uma vitória construída com suor, com raiva até pelas brincadeiras feitas por casa da tal mola que voou de seu carro para a cabeça do cabeça do Massa. Azarado muitas vezes, derrubado pelas estratégias as vezes até "macabras" de sua equipe, Rubinho escreveu seu nome na história do automobilismo brasileiro e mundial mais uma vez, emocionando muitos de nós brasileiros como se fosse um título conquistado. O choro dele ainda dentro do cockpit (lá onde a Hortência diz que a estrela dele se apaga) deve ter se confundido com o choro e a emoção de milhões de brasileiros espalhados pelos quatro cantos do mundo.

Mais que ninguém, Rubinho mereceu vencer, merece ser vitorioso e, em meio a tantas brincadeiras que ele ouve ao longo da carreira, merece escrever esta página tão bonita em nossa história. Agora, mesmo quando alguém brincar dizendo que Rubinho é azarado, lento, que mais parece uma tartaruga, vai obrigatoriamente lembrar que ele é RUBINHO DO BRASIL!!! O homem da centésima vitória, o piloto que mais vezes esteve lá onde muitos sonham estar. Valeu Rubinho! Tua nação sabe sim teu verdadeiro valor...

sábado, 22 de agosto de 2009

Alguém tem um "printscreen"?

Bom gente, quem passar por aqui vai perceber que já passamos dos 30 mil acessos, porém, não recebi o "printscreen" de ninguém se identificando como VISITANTE 30 MIL. Se alguém passou por aqui e registrou, manda pra mim por e-mail, caso contrário, o presente fica em aberto ou vai para o Dolly, que esteve antes da marca e voltou para ser o 30.003... Se você foi o visitante "da hora", manda aí o teu "print": juliosantosmartins@gmail.com. O prêmio é esse daí:

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Ah, o diploma...

Logo vou voltar a escrever sobre o assunto e, lógico, criar polêmica, mas é necessário. Há quem defenda que o Diploma de Jornalismo separa "o joio do trigo". Nesses passeios pela internê sempre encontro provas disso. Fiz dois "prints" recentes pra comprovar que realmente "diploma faz a diferença".

No primeiro acho que foi pura desatenção mesmo, não serve como exemplo porque qualquer um pode escorregar assim depois de um longo dia de trabalho. Alguém preparou um "tweet" no Jornal O Globo e ele acabou indo ao ar "sem querer". Cliquei no link ali e deu erro. Minutos depois o "tweet" desapareceu. Deve ter voltado em forma de notícia um tempo depois.

No segundo dá pra ver que quem escreveu frequentou a Facul, mas esqueceu das aulas de português: COLETÂNIA???? Não seria COLETÂNEA?

E então, o "canudo" faz ou não faz diferença?

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Deixa a tua marca

Muita atenção pessoal!!!

No momento que começo a redigir este post faltam 120 acessos para chegarmos à histórica marca de 30 MIL visitante ao humilde Blog destehumilde amigo. Uma marca e tanto e que merece ser comemorada com todos que passam por aqui todos os dias (e são mais de 1500 visitantes por mês). Como não sei a hora que vou passar por aqui de volta. Não sei se hoje ainda ou só amanhã de manhã, fica aqui o aviso: QUEM PASSAR POR AQUI NA VIRADA DOS 30 MIL DEVE FAZER UM "PRINTSCREEN" E ENVIAR PARA O MEU E-MAIL: juliosantosmartins@gmail.com.

O "presente" já tá escolhido, mas será mantido em segredo pelas próximas horas. Se a marca não fo batida até amanhã cedo, prometo que publico a "fotinha" do presente escolhida para, literalmente, brindar a marca. Ah, importante também que o VISITANTE 30 MIL deixe seu recadinho nos comentários. Daí pra frente vamos festejar, esperar pelas novidades e preparar para chegar aos "quarentinha".

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Variações sobre muitos temas

Como postei no Twitter mais cedo, anotei no bloco amigo que fica aqui do lado do micro pelo menos 3 temas que são prioridade nesse momento. Não vou revelar o conteúdo dos 2 que ficaram pra depois (charminho pra obrigar você a voltar mais tarde, lógico!), porém posso adiantar que são interessantes e deveras relevantes - pelo menos pra mim -. Não que as postagens a partir deste tema tenham algum tipo de preferência, não, é apenas o momento. Neste, me sinto mais à vontade para falar de algo que me aconteceu, de forma surpreendente até, mas que me deixou muito feliz...

Na metade da semana passada recebi uma ligação do colega de profissão, vizinho e amigo Cláudio Flain, o "homem forte" da Rádio Bento. Era um convite pra retornar à RSCom (como já contei em "Se eu mudar, o mundo muda!"). Desta vez o desafio era totalmente diferente: comunicar numa rádio popular (uma das mais populares da Serra), para um público 360 graus diferente do último para o qual falei (de verdade) no rádio. A possibilidade de voltar a fazer futebol (hoje narro meu primeiro jogo de futebol em "dobradinha com o Flain) também pesou muito, além de fatores "extra-campo" que conto mais adiante - bem mais adiante -.

Ontem foi primeiro dia diante de um público absolutamente desconhecido pra mim e, acreditem, saiu tudo "melhor que a encomenda". Como eu sempre digo, seja qual for a tarefa a mim atribuída, se eu estiver de acordo vou dar o melhor pra fazer sempre o melhor. Fazendo um balanço geral depois de 4 horas intensas no ar, acredito que o produto final ficou a contento, como diriam os comentaristas mais antigos. A emissora tem uma coisa que sempre me apaixonou no rádio: a proximidade ouvinte-locutor. Isso faz um bem tão grande à saúde que vocês não podem imaginar. Uma verdadeira injeção de ânimo (não que eu estivesse sem ele), uma espécie de gás extra para novos desafios que eu sei que virão. Me senti como nos bons tempos de rádio Santiago - quando eu pedia pro telefone tocar e ele tocava na mesma hora - ou nos bons tempos da Grande SP3, onde a resposta vinha tão imediata que as vezes até me chocava.

Buenas, é isso! Passei pra compartilhar com todos essa sensação boa que senti e recomendo um "choque" assim de vez em quando pra gente lembrar o quanto é bom fazer rádio.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Os tempos são outros

Essa figura aí eu recebi por e-mail da Tia Doce... É pra rir, mas é a nossa realidade. Dura realidade!

domingo, 16 de agosto de 2009

Não foi desta vez

Nem Grená, nem Xavante. Os dois gaúchos que entraram em campo na tarde deste domingo para buscar vaga na Série B do Brasileirão ficaram pelo caminho. Acho até que foram longe demais, sinceramente. O Caxias teve muitos altos e baixos, principalmente por parte da Direção, que do dia para a noite promovia verdadeiros desmanches, mandando embora vários jogadores sem ter peças de reposição. Frustrante, mas ainda dentro da realidade do time do Centenário. Quem sabe ano que vem!

O Brasil então, nem se fala, passou por verdadeiras tempestades no primeiro semestre, com tragédia e queda para a Série B do Gauchão. Subir para a "B" seria a verdadeira bonança. Novamente o Xavante bate na trave e só resta mirar no Gauchão 2010 pra retornar à elite. O mais otimista, como eu, diria que o próximo ano não poderia ser pior que este.

Um "P.S" pra encerrar: O Grêmio jogou pouco, mas manteve a escrita de não perder em casa que está próxima de completar um ano. Agora falta vencer uma fora pra desencantar e acordar para a disputa do título. Do contrário, conquistar vaga na Sul-Americana já será uma vitória.

sábado, 15 de agosto de 2009

Momento histórico

Amanhã à tarde o Rio Grande do Sul vai viver momentos eletrizantes no esporte. Para os menos desavisados, na tarde deste domingo, 16 de agosto, que pode ser histórico, dois clubes do interior gaúcho entrarão em campo podendo garantir vaga na Série B do Brasileirão. Otimista que sou, acredito que é possível sim classificar Brasil de Pelotas e Caxias para, em 2010, fazerem companhia ao Juventude (isso se o Papo conseguir se manter lá). A situação do Caxias é bem mais dramática. Derrotado no interior paulista semana passada, o Grená do amigo Celso Barp precisa fazer 2x0 pra levar a decisão para os pênaltis ou então vencer por qualquer outro resultado, desde que seja por 3 gols de diferença. Tarefa complicada? Pra qualquer um, mesmo para os gaúchos, conhecidos por sua tradicional garra. A Dupla Grenal passou por situação parecida semelhante há pouco tempo por Copa do Brasil e Libertadores e acabou se dando mal. O Caxias tem tradição de fazer verdadeiros milagres diante da sua torcida, quem sabe o domingo reserva grandes momentos ao torcedor Grená. Uma festa sem hora pra acabar, sem dúvida.

O outro candidato gaúcho à Série B é o Brasil de Pelotas. O Xavante - que começou o ano vivendo uma tragédia que resultou inclusive na morte de seu maior ídolo, o uruguaio Claudio Millar -, viveu literalmente um "inferno astral" que culminou com a queda para a Série B do Gauchão. O segundo semestre, no entanto, pode se não apagar, pelo menos amenizar a tempestade que tomou conta do Bento Freitas. A situação do Brasil é bem mais cômoda. Se empatar com gols diante do América, em Minas Gerais, o Xavante estará na Série B, porém esta "B" é considerada uma conquista, ao contrário do descenço no Gauchão. Vida mais fácil, mas em futebol "vida fácil" não existe.

O domingo pode ser histórico e o Rio Grande terminá-lo com dois novos representantes na Série B ou pode terminar como outro qualquer, sem novos gaúchos por lá. Como outro qualquer não, porque os torcedores dos dois clubes vão viver momentos de grande frustração. Sorte a nós, gaúchos.

Se eu mudar, o mundo muda!

A frase que um tempo atrás tatuei no braço esquerdo nunca foi tão marcante quanto nestes últimos tempos, mais precisamente nos últimos 40 dias. Vou contar um pouco disso pra ilustrar o que foi esse período de muita, muitas, mas muitas mudanças mesmo.

No dia 6 de julho eu deixei a RSCom, onde atuei desde julho de 2007 na Viva (que depois virou Viva News), SP3 (que depois foi extinta) e na Viva News, desta vez em FM. Confesso que foi um baque e tanto, mas que em algumas horas já havia sido superado por saber que coisas boas viriam logo em seguida. Daí pra frente posso dividir esses 40 dias em pelo menos três períodos distintos. No primeiro deles corri pra defender um projeto que tem tudo a ver comigo e, tenho certeza, com muita gente também. Algumas pessoas sabem do que estou falando, outras não, mas nem vem ao caso expô-lo aqui. Na hora certa ele virá à tona e vou ter prazer em divulgá-lo e detalhar tudo aos que passam por aqui. Esse período de negociações foi interessante, foi bom, me fez produzir muita coisa, criar-recriar-reciclar-transformar... Evoluiu mais rápido do que eu esperava e, de repente, estacionou por motivos que eu desconheço os detalhes. Ficou tudo em "stand by".

O período seguinte, que durou umas duas semanas, teva a ver com outro tipo de mudança, a literal, de trocar de casa. Foi classificados, placas, sites de imobiliárias e imobiliárias até chegar ao "lugar ideal". O processo burocrático (e que coisa chata!) me fez ficar uma semana a mais na casa onde resido desde 2007 e, um dia antes desse prazo terminar, eu recebi a proposta de voltar à RSCom - em tempo recorde, acredito -. A volta torna a "mudança literal" desnecessária e esse retorno está vinculado diretamente a outro grande projeto, que também só revelo na hora certa.

Um ciclo de 40 dias se fecha com um novo desafio, talvez maior que a maioria dos anteriores, pois vai exigir muito do meu lado "camaleão". Mas é isso aí, desafios estão aí pra serem vencidos. Então, mãos à obra e boa sorte pra todos nós.

Espero que essa narrativa toda não tenha sido entediante, muito menos confusa, mas é um breve resumo dos 40 dias mais malucos dos últimos 40 dias (hehehe). Beijo Grande a Todos!

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Blogando

Continuando o papo sobre abrir para postagem dos visitantes, recebi um e-mail muito bacana da Claudia "Ninja" com uma sugestão e tanto, que repasso a todos. Como falei no post anterior, aos compeltarmos 30mil acessos por aqui vou liberar uma senha pra visitantes cadastrados fazerem suas postagens. A sugestão da Claudia acrescenta algo que realmente deixei passar. Os "escolhidos" farão (óbvio) a divulgação de que serão "blogueiros por um dia" por aqui para receber visitas de amigos e conhecidos. Estes por sua vez serão incentivados a deixar um comentário ou simplesmente "marcar presença" deixando o nome. Boa né? Grande Claudia! Claro, como ela mesmo diz no e-mail, este participantes deveriam ganhar algo, certo? Certo. Então resolvi fazer o seguinte: Cada um dos 7 "postadores" vai ganhar como recordação 1 garrafinha destas novas produzidas pela Coca-Cola e o post eleito pela galera como mais bacana ganha outras 5, ou seja, um mini-engradado (engradado é antigo hein!) das mini-cocas. Entre os amigos-visitantes dos blogueiros a gente sorteia outro engradadozinho... Que tal? Acho que vai ser bem legal. Se alguém tiver alguma sugestão complementar, por favor, deixe aqui ou envie pro e-mail: juliosantosmartins@gmail.com.

Não esquecendo que o visitante 30.000 deve fazer um PRINTSCREEN da tela e enviar pra ganhar um prêmio show de bola que vou divulgar há poucos minutos de batermos a marcar lá no Contador de Visitas. Conto com todos pra gente fazer essa história bombar!!!!

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Pra comemorar!!!!

Olha só galera!!! Estamos nos aproximando dos 30 mil acessos aqui no Blog. Tô pensando em algo legal pra dar ao VISITANTE 30.000, mas acabei de ter uma ideia que achei demais, tanto que estou publicando agora. A partir deste post até chegarmos à marca tão aguardada vou cadastrar os visitantes através dos comentários ou de e-mails pra juliosantosmartins@gmail.com e, assim que chegarmos aos "trintinha" vou oportunizar a pelo menos 7 PESSOAS a possibilidade de fazer postagens aqui mesmo no Blog. Entenderam como funciona?

Entra, se cadastra (por comentário ou e-mail) e fica no aguardo. Em seguida vou divulgar o nome das 7 pessoas e entrar em contato com cada uma. A elas darei uma senha e 24h de prazo pra postar algo aqui no blog, sobre qualquer assunto. TEMA LIVRE. Espero pelos contatos pra gente ampliar esse canal de comunicação. Vou ir dando algumas dicas também no TWITTER.

Então é isso... Se liga e já vai pensando no tema. Ninguém vai ficar de fora, se tivermos mais de 7 inscritos a gente dá um jeito.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Novidades adiadas

Hoje captei umas imagens muito legais na rua e pretendia compartilhar com vocês. Aliás, ainda pretendo, porém, neste momento não tenho como retirá-las do celular porque o programa que uso perdeu-se na "reforma" do "noute". Pra piorar não consigo descobrir onde está o cd de instalação. Até a noite eu resolvo isso e faço pelo menos uma das postagens. Se não der, fico devendo e prometo que além delas vou trazer outras coisas legais e interessantes que tenho visto neste dias, circulando com mais frequência pelas ruas de Bento Gonçalves. Enquanto isso, vai acompanhando as novidades lá no twitter (clica aí ou vai no atalho ali à direita). Fui!

domingo, 9 de agosto de 2009

O grande que virou pequeno

Lógico que estou falando do Grêmio. A realidade vivida pelo clube da Azenha é de domínio público. A causa desse momento ruim (que já dura um turno inteiro do Brasileirão), essa sim é difícil de apontar. Não pretendo analisar profundamente a situação do Tricolor, porém tentar entender, mesmo que de forma supercial, as razões dessa campanha pífea. Sinceramente? Não há muito o que explicar. Contratações equivocadas, falta de qualidade, direção sem direção... Não posso acreditar que seja proposital a falta de empenho dos jogadores, que haja algo no vestiário que atrapalha o desempenho. Mas então, o que está acontecendo? Acho que uma "sacudida geral" seja necessário. Nada de "mudar sem mudar"... Nada de mudança de atitude, é hora de mandar embora quem não está a fim de honrar a camiseta de um clube duas vezes Campeão da América e Campeão Mundial. Na próxima rodada "medalhões" como Souza e Tcheco estão fora, mas pouco vai dar pra se avaliar, pois o Grêmio joga em casa - o problema é jogar fora -. Promover jovens atletas e contratar "sangue novo" pode ser a solução, porém o Tricolor teria que abrir mão de qualquer pretensão mais ousada na competição (leia-se Libertadores e título). Uma mexida geral e o objetivo de chegar à Sul-americana seria uma boa, não para o torcedor, lógico, nem para um time da grandeza do Grêmio, mas é a realidade, por mais dura que ela possa parecer. Começar do zero... quem sabe essa é a solução!? E sabem o que é pior? No segundo turno o Grêmio terá 10 jogos fora de casa...

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Jogado às traças?

Não gente!!! Quem tem passado por aqui recentemente deve ter se perguntado: "Será que o Júlio abandonou o Blog por causa do Twitter?". De jeito nenhum! Não vou negar que o twitter facilita muito as coisas, mas isso eu jamais faria. O blog se tornou uma referência pra mim, uma forma de me comunicar com muita gente que de alguma forma fez-faz-ou vai fazer- parte da minha rotina, portando, ele segue como minha ferramenta favorita. O que acontece é que estou passando por um período de mudanças (inclusive de residência) e isso tem me consumido um pouco mais de tempo. Uma semana mais e tudo estará normalizado (assim espero... hehehe). Além disso, tem o desafio de bater a marca dos 30 mil acessos que anda batendo aí na porta. Então, como diria o filósofo: "Vamos que vamo!".

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Sem Twitter!!!

Hoje derrubaram o twitter. Só de brabo vou postar apenas o número máximo de caracteres permitido por lá. E tenho dito!!!!

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Escreve o que quer, lê o que não quer!

Jornalista escreveu, jogador respondeu...
Extraído do Clicrbs
Em meio às negociações do seu retorno ao futebol brasileiro, Fernandão postou em seu blog um texto direcionado a Luiz Zini Pires, editor e blogueiro de Zero Hora. Nesta terça-feira, o site do jogador saiu do ar por problemas técnicos causados pelo excesso de acessos nos últimos dias, segundo a assessoria de imprensa dele. Fernandão havia escrito o seguinte, na segunda-feira:
"Cuidado com o que dizem!!! - 3 de agosto de 2009
Zini, especificamente para vc. Não sou como vc pensa, não me vendo. Esta me confundindo. Esperei o Inter me fazer uma proposta, seja ela qual fosse. Por questão de eu ter saído dele quando vim para fora."
Zini, trabalhe um pouco, procure saber a verdade e não ficar pegando notícias sem saber de onde saiu. NÃO ABRI NEGOCIAÇÃO COM NENHUMA EQUIPE.
Recebi vários telefonemas e não falei de 1 real que fosse com equipe nenhuma. Estava esperando decidir minhas coisas.
És inteligente o bastante para tentar buscar a verdade. Não faça como os outros, copiando matéria do centro do país.
Meus representantes são Paulo Roberto e Taffarel. Qualquer pessoa que falou em meu nome, que não tenha sido estes dois, esta mentindo… especulando.
No mais um grande abraço a todos".

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Denúncia!!!

Até parece aqueles blogs de fofoca, mas não é. O fato é que a notícia chamou a atenção para o Mundo (ou seria mundinho) das Celebridades. A cantora pop "xodó do momento" pode não cantora e sim cantor. Ou pode ser os dois. Dá pra acreditar? Pois "lady Gaga is a man!". Eu só fiquei na dúvida porque assisti a esse vídeo. Reparem no momento em que ela desce da moto e anda em direção à plateia... Tem algo "volumoso" embaixo da saia que não pertenceria à cantora. Ela até disse que é hermafrodita, mas tá mais pra travesti, com todo respeito.

sábado, 1 de agosto de 2009

Vai lá!!!

Galera, estamos perto dos 30 mil acessos por aqui, obrigado de novo pela manutenção da média de 2000 acessos por mês, mas hoje tô aqui pra sugerir uma visitinha dos amigos lá no meu twitter, que pela praticidade tem recebido um pouco mais de atenção no últimos dias. Podem continuar vindo aqui todos os dias que sempre vai ter novidade, principalmente quando chegarmos bem pertinho dos 30 mil.